NOTÍCIAS

Reunião anual da Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta - GCF

Por: Anderson Farias - 26/09/2018 - 17:40
Foto: Anderson Farias / PGE

O Estado do Amapá, através do Procurador-Geral do Estado Narson Galeno, Secretário de Estado do Planejamento Eduardo Tavares, Secretário de Estado do Meio Ambiente, Bernardino Nogueira, bem como a analista de meio ambiente com função na Sema, Mariane Nardi, acompanhados ainda do representante do povo indígena Waijãpi Viseni Waiapi, bem como a convite o Membro do Ministério Público Promotor José Cantuária Barreto, participaram nas datas de 10 a 14.09.2018 da reunião anual da Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta - GCF, e da Global Climate Summite que ocorreram em São Francisco na Califórnia, ressaltando que o Estado do Amapá é Membro Fundador do GCF desde 2008, com assento nas discussões importantes a nível mundial sobre o clima e floresta.

Neste sentido, como afirmado pelo Procurador-Geral do Estado Narson Galeno, “essa foi de longe sua melhor participação, por ser a primeira vez, desde o início do GCF, que o Amapá apresenta um projeto para estruturar o financiamento dos serviços ambientais que sempre foram prestados”.

A edição foi marcada pela preocupação dos Governadores no sentido de garantir não apenas a recuperação de áreas degradadas, reconhecendo a importância da conservação florestal para o clima mundial, principalmente quando se trata de florestas nativas. Também teve destaque o papel dos povos indígenas, por meio da assinatura da Carta de Klamath que traz os princípios a serem trabalhados com os povos indígenas e populações tradicionais nessa agenda. O contexto de certa forma torna oportuno o novo Projeto que o Estado do Amapá acabou por aportar em São Francisco-Califórnia.

O Tesouro Verde, que traz uma plataforma completa para os ativos florestais, inclusive com a destinação de recursos aderente à agenda mundial, foi lançado pelo Estado do Amapá na data de 15.08, e devidamente apresentado no GCF. Uma solução que atende a complexidade do tema, a exemplo da credencial do Selo Sustentabilidade, teve ótima repercussão, não somente na reunião do GCF, mas também no evento Under2, no qual o Amapá anunciou sua intenção em aderir como membro, bem como no evento do Global Climate, que ocorreu nas datas de 13 e 14.09, na própria Califórnia.

Vale enfatizar, que nos momentos de intervalos das reuniões, o Estado do Amapá passou a reunir com Institutos, Governos, Fundos de Investimentos e Bancos Internacionais, com a finalidade de manter contatos com o Amapá e consequentemente com o nosso novo Programa: o Tesouro Verde Amapá.

Como afirmou o Secretário de Estado do Planejamento Eduardo Tavares, quando usou a palavra na reunião do GCF, in verbis: “É preciso estabelecer uma forma de reconhecer os serviços ambientais que são prestados pelo Amapá, o Estado mais preservado da Amazônia e até agora excluído deste mercado internacional, garantindo estruturação da preservação e inclusão e dignidade para quem sempre protegeu a floresta”.

Também houve o anuncio pelo PNUD de aprovação de R$ 1,5 milhões do projeto do Estado do Amapá que será executado em parceria com a Cooperação Internacional e estrutura.

A analista da Sema Mariane Nardi, que acompanha agenda do GCF como delegada no Estado, destaca a importância dessa rede colaborativa entre estados de várias jurisdições pelo mundo e afirma que o Amapá se destacou na reunião, inovando com esse programa e dando sinais claros de seu compromisso com suas florestas, com os povos que ali vivem, fomentando uma economia de baixo carbono. O Secretario de Meio Ambiente, Bernardino Nogueira, falou da importância dessa agenda para o Estado e da necessidade estratégica do envolvimento de pastas como a do planejamento, procuradoria, Agencia Amapá, e Ministério Público, para avançarmos no Estado.

É neste sentido que afirmou o Promotor José Cantuária Barreto:

 “O evento foi de grande importância para a apresentação ao mundo do Programa Tesouro Verde e estou certo que essa experiência com ativos ambientais, que alia preservação e desenvolvimento, é a forma mais digna de aproveitamento dos recursos naturais do Amapá. A equipe de servidores que representou o programa está de parabéns. Mostrou maturidade e elevado espírito público e o resultado, certamente, será de grande importância para as gerações atuais e futuras do Amapá. O Ministério Público sente-se honrado em ter participado de tão grandioso evento do GCF, bem assim por ter emprestado, de alguma forma, apoio a um programa de Estado cujos objetivos e ideais de sustentabilidade ambiental são os mesmos que defendemos”.

 A reunião do GCF foi fundamental para iniciar a discussão com os demais Estados da Amazônia, especialmente pela disponibilidade do Amapá no sentido de celebrar parcerias, preparando o tema para a próxima reunião do Consórcio Amazônia.

Um passo importante para anunciar a disponibilidade de uma nova plataforma, já em funcionamento, que propicia um canal transparente e seguro para o financiamento de serviços ambientais, ao tempo em que credencia, através do Selo Sustentabilidade, as empresas que se preocupam com sua pegada ambiental.

A partir do evento, a agenda do Programa Tesouro Verde deve prosseguir com reuniões específicas com os contatos obtidos durante o GCF, em busca de parcerias, tornando concreta a sua execução. Dessa vez voltamos com a mala cheia de boas perspectivas, adesões já realizadas ao projeto, alinhamentos construídos, compromissos firmados e muito trabalho que vai colocar nossas florestas como indutoras de desenvolvimento do Estado. Para saber mais sobre o programa, acesse: www.tesouroverde.ap.gov.br


 Arquivos vinculados

PGE - Procuradoria Geral do Estado
Av. Antonio Coelho de Carvalho nº 396. Fone: (96) ⁠⁠⁠3131 2801
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International

Amapá